História

A Secretaria Estadual de Logística e Transportes foi criada em 19 de fevereiro de 1963, época na qual o crescente desenvolvimento industrial paulista, principalmente o do setor automobilístico, passava a exigir uma rede de rodovias cada vez mais sofisticada. Ao mesmo tempo, o surgimento de centros populacionais e industriais ao redor das estradas solifidicava a importância do modal para o desenvolvimento do Estado.

Nessa época, o Departamento de Estradas de Rodagem – DER já havia construído 15 mil quilômetros de importantes rodovias como a Via Anchieta, Via Anhanguera, Oswaldo Cruz e Marechal Rondon. Hoje, a malha pavimentada do Estado totaliza 35 mil quilômetros, sendo 22 mil estaduais, 1.050 federais e 12 mil estradas vicinais. O atual sistema rodoviário possibilita que mais de 90% da população do Estado esteja a menos de 5 km de uma rodovia pavimentada.

Esse cenário, associado ao papel dos modais ferroviário e aeroviário, sinalizava ao poder público a necessidade de uma administração que coordenasse o setor de transportes de responsabilidade do Estado.

Hoje, mais do que investidora e operadora da infra-estrutura construída - aeroportos do Interior do Estado, Hidrovia Tiête-Paraná, melhor malha rodoviária do Brasil, travessias litorâneas e Porto de São Sebastião e a construção do Rodoanel Mário Covas – a Secretaria Estadual de Logística e Transportes é um órgão articulador de políticas que promovam a integração dos modais e que resultem em eficiência logística à serviço das demandas da sociedade e das futuras gerações.